NOTÍCIAS

Voltar

05.04.2018 - USDA: Vendas semanais de soja dos EUA ficam bem acima das expectativas do mercado

Os números das vendas semanais norte-americanas de soja superaram as expectativas do mercado nesta quinta-feira (5), no boletim reportado pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), e ficaram em 1.133,0 milhão de toneladas da safra 2017/18. As projeções dos traders variavam de 600 mil a 900 mil toneladas. Destinos não revelados responderam pelo maior volume na última semana.

 

No acumulado da temporada, os EUA já têm comprometidas 51.484,2 milhões de toneladas, ainda abaixo das mais de 55 milhões do ano passado, nessa mesma época. O USDA espers que as exportações totalizem 56,2 milhões de toneladas neste ano comercial.

 

O departamento informou ainda a venda de 358,2 mil toneladas de soja da safra 2018/19, com a maior parte sendo destinada para a China.

 

Milho

De milho, as vendas semanais da safra atual ficaram em 898,3 mil toneladas, contra expectativas que variavam de 1 a 1,3 milhão de toneladas, a Coreia do Sul foi a maior compradora da semana encerrada em 29 de março. Com esse volume, as vendas da safra 2017/18 já chegam, no acumulado, a 47.353,2 milhões de toneladas, contra mais de 48 milhões no mesmo período do ano passado. O departamento americano espera que, na safra 2017/18, os EUA somem vendas de 56,52 milhões de toneladas do cereal.

Da safra 2018/19, foram informadas vendas de 11 mil toneladas de milho para o México.

 

Trigo

Já as vendas norte-americanas semanais de trigo vieram fracas e totalizaram apenas 109 mil toneladas, enquanto os traders esperavam algo entre 200 mil e 500 mil toneladas. A maior parte do grão foi destinada à Tailândia. Do ano comercial 2018/19, as vendas foram dee 200,2 mil toneladas, com a maior parte sendo adquirida por destinos não revelados.

 

Derivados de Soja

Anda de acordo dados do USDA, os EUA venderam, ainda na última semana, 414,3 mil toneladas de farelo de soja, contra expectativas de 150 mil a 300 mil toneladas. Os espanhois foram os maiores compradores. As vendas de óleo de soja, que ficaram em 43,5 mil toneladas, também vieram acima do intervalo esperado de 10 mil a 35 mil toneladas. O Peru foi o principal destino do óleo americano. 

 

Fonte: Notícias Agrícolas

Créditos da Imagem: Comiva